Hierarquia/Insígnia

A hierarquia militar consiste na ordenação da autoridade em níveis diferenciados, dentro da estrutura da Corporação. A ordenação se faz por postos ou graduações e, dentro de um mesmo posto ou graduação, se faz pela antiguidade no posto ou na graduação.
São âmbitos de convivência entre os militares da mesma  categoria e tem a finalidade de desenvolver o espírito de camaradagem em ambiente de estima e confiança, sem prejuízo do respeito mútuo. O posto é o grau hierárquico do oficial, conferido por ato do Chefe do Pode. Graduação é o grau hierárquico da praça, conferido por ato do Comandante-Geral da Corporação.
Atribuições  

Na corporação, seus integrantes ou são oficiais ou praças.  A mais alta patente da PM, o coronel tem sob sua responsabilidade o Comando-geral, e o Estado-maior, os comandos regionais, as diretorias que coordenam todas as assessorias do comandante-geral.

Quando não ocupa o comando de uma companhia estratégica, o major é normalmente subchefe ou diretor adjunto de alguma assessoria, diretoria ou comando.

Círculos hierárquicos
Os círculos hierárquicos e a escala hierárquica dos militares estaduais compreendem:

Círculo de Oficiais Superiores: Coronel, Tenente-Coronel e Major;

Círculo de Oficial Intermediário: Capitão;

Círculo de Oficiais Subalternos: 1º Tenente e 2º Tenente;

Círculo de Praças Especiais: Aspirante a Oficial; Aluno do Curso de Formação de Oficiais, abrangendo: Cadete III, Cadete II e Cadete I;

Círculo de Subtenentes e Sargentos:  Subtenente, 1º Sargento, 2º Sargento e 3º Sargento;

Círculo de Cabos e Soldados: Cabo e Soldado.

Clique aqui e acesse os distintivos da PMTO: